Três fatores para uma gestão eficaz no Terceiro Setor

O Terceiro Setor tem importância ímpar para a sociedade. As associações e fundações são organizadas e constituídas com objetivos de construir projetos sociais visando o bem coletivo. A contribuição das organizações da sociedade civil para o desenvolvimento do Brasil é evidente, o que exige cada vez mais profissionais qualificados que estejam aptos a fortalecer o setor por meio de uma gestão eficiente e transparente. Sobre esse importante tema para as Organizações da Sociedade Civil, a Escola Aberta apresenta o conteúdo especial Gestão do Terceiro Setor – Agente do Terceiro Setor. O curso, que é composto por 20 aulas e com carga horária de 40h, tem a premissa de que os conceitos e experiências bem-sucedidas devem ser replicadas e inovadas. O aluno tem condições de entender as variáveis que permeiam a gestão de uma organização social e implantar os conceitos e técnicas que serão apresentados no curso. O especialista Marcos Kisil, consultor estratégico e fundador do IDIS, Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social, ministra como professor voluntário, as aulas que tratam dos princípios básicos e os desafios da gestão no Terceiro Setor. Durante suas aulas, ela explica os três principais desafios da gestão e mostra como cada um deles é fundamental para evitar desgaste e garantir o bom desenvolvimento das OSC. 1. Determinar a visão e missão da organização Neste aspecto o especialista destaca a missão como a identificação do existir da OSC: “Para que existimos? O que fazemos de diferente para o mundo? Sem entender esse porquê, as pessoas podem até fazer as coisas ou repeti-las mecanicamente, mas não farão com o coração. A missão, o propósito, oferecem um sentido mais amplo às atividades diárias, possibilitando o entendimento de como uma ação isolada se encaixa no todo da organização”. 2. Governança A governança, destaca o especialista “é onde encontra-se o poder organizacional. É um elemento essencial que determina o jeito de ser de uma organização. O núcleo de governança é composto por decisões estratégicas, fruto de uma reflexão das interações internas e externas das instituições, envolvendo aspectos formais e informais”, ressalta o professor que durante o curso trata também sobre os aspectos de transparência na Governança. 3. Sustentabilidade organizacional Kisil define sustentabilidade “como a capacidade de uma organização para consolidar e incrementar sua interação com a sociedade em função da contribuição ao seu desenvolvimento”. Ele defende que não é uma, mas “várias formas de sustentabilidades devem ser trabalhadas pela OSC” e ressalta que “a eficiência, no melhor uso dos recursos e a eficácia, para ter certeza de que está cumprindo a missão, devem ser levadas em conta por causa dos aspectos fundamentais para estabelecer a relação entre o indivíduo e a organização com a sociedade”. O curso tem a participação de vários especialistas e aborda outros temas relacionados a gestão no terceiro setor, aspectos da liderança, gestão de pessoas, gestão de stakeholders e voluntariado, apresentados de maneira didática e por meio de exemplos práticos. Nas aulas, o aluno também terá à disposição materiais complementares e exercícios a respeito dos temas apresentados nas videoaulas. Para ter acesso a todas as informações do curso e se inscrever gratuitamente no curso Gestão do Terceiro Setor – Agente do Terceiro Setor, clique aqui.