O sociólogo Antônio Rangel Bandeira lança o livro “Armas para quê?” em São Paulo

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a Lei de Controle de Armas evitou a morte de mais de 197 mil pessoas no Brasil em um período de 12 anos.


Sobre o tema está sendo lançado o livro ARMAS PARA QUÊ? O Uso de Armas por Civis no Brasil e no Mundo (Editora LeYa, 416 p.), com prefácio do ex-ministro da Segurança Pública Raul Jungmann. Seu autor, o sociólogo Antônio Rangel Bandeira, foi um dos autores da Lei, e reuniu em livro sua experiência de 20 anos trabalhando como consultor da ONG Viva Rio, e da ONU, nesta última dando treinamento para policiais e militares de 19 países no controle de armas.


Na obra, pela primeira vez se relata a história do movimento pelo controle de armas no mundo, a situação atual de avanço nesse controle, e a importância da experiência internacional para o Brasil. São avaliadas as principais pesquisas, nacionais e estrangeiras, sobre o impacto das armas na segurança da população. Os prós e contras do uso de armas por civis são analisados com isenção.


O lançamento do livro se fará com um debate, no próximo dia 6, entre representantes de centros de pesquisa de São Paulo que têm se destacado no estudo e na defesa de políticas de controle de armas: Sérgio Adorno (coordenador do Núcleo de Estudos da Violência da USP), Carolina Ricardo (diretora executiva do Instituto Sou da Paz), Renato Sérgio de Lima (diretor presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública), Coronel José Vicente da Silva Filho (ex-secretário Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça), mediados pelo autor.


Data e horário: 6/11, às 19h

Local: Livraria da Vila

Endereço: Rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena, São Paulo/SP


Fonte: Assessoria de Imprensa

  • Ícone branco do Facebook
  • Ícone branco do Twitter
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube
  • Ícone branco do Instagram

Contate-nos

© Escola Aberta do Terceiro Setor | Todos os direitos reservados