Entenda a importância da Plataforma +Brasil para a captação de recursos

Com a captação de recursos, as Organizações da Sociedade Civil, OSC, mobilizam instrumentos e dinheiro para investir em seus projetos sociais e/ou na própria organização. Esse tema é pauta constante no Terceiro Setor, pois os gestores e captadores de recursos buscam se atualizar e precisam estar sempre atentos a todas as mudanças que possam beneficiar ou comprometer o processo de captação.  

 

Para falar sobre o tema, a Escola Aberta do Terceiro Setor convidou a multiplicadora da Plataforma +Brasil (antigo Sistema de Convênio e Contratos - Siconv), Rosana Pereira. O Siconv, agora conhecido como a Plataforma +Brasil, foi criado em 2008 para administrar as transferências voluntárias de recursos da União nos convênios firmados com estados, municípios, Distrito Federal e também com as entidades privadas sem fins lucrativos. 

 

Em uma conversa lúdica, ela analisa como foi o ano de 2021 para as OSC na área da captação, principalmente referente a recursos federais e a perspectiva dos incentivos fiscais e emendas parlamentares para 2022.  Nesta videoaula especial, Rosana também conversa a respeito das possibilidades de captação com o governo e os ministérios, destaca as principais fases de um bom projeto para a Plataforma +Brasil e como a OSC pode se preparar e buscar recursos federais. 

 

Saber o que esperar em 2022 a respeito dos recursos federais é um tema importante para o Setor. A especialista destaca que 2021 foi um ano bem atípico, e especial, para as leis de incentivo. Nos últimos dois anos a população mundial enfrenta momentos de instabilidade e incertezas em decorrência da pandemia do COVID 19, mas segundo dados do Monitor das Doações COVID 19¹ e da Pesquisa Doação Brasil 2020² o cenário fortaleceu a cultura de doação.


Dentro dessa realidade a especialista traz a reflexão de que as Organizações devem pensar em ações que possam ser feitas para sensibilizar as pessoas, “acredito que nesses dois últimos anos, eu particularmente como pessoa física tenha feito doações relativas a cinco anos anteriores, porque houve o despertar da necessidade do momento atual, então chegar mais próximo da pessoa física é essencial”, compartilha Rosana Pereira. 


Para saber mais e acessar o conteúdo completo clique aqui e faça sua inscrição gratuita.  

__________________ 

1. Monitor das Doações COVID-19

2. Pesquisa Doação Brasil 2020