Como destinar parte do IR para Projetos Sociais

Você sabia que pessoas físicas e empresas podem destinar parte do imposto de renda para projetos sociais?


Pois é, essa prática que nada altera o valor a ser pago pelo contribuinte, pode beneficiar muitas Organizações da Sociedade Civil que atuam com ações voltadas para a promoção, proteção e defesa dos direitos de milhares de pessoas.


A Escola Aberta do Terceiro Setor lançou o curso Como destinar o Imposto de Renda para Projetos Sociais, ministrado voluntariamente pelo contador e tributarista Cláudio Ricaldoni. Ele conversa sobre as condições para a doação, desafios na destinação do IR para as organizações da sociedade civil, os valores, a importância da prestação de contas para o doador e também o procedimento para as doações de Pessoa Jurídica.


A conscientização é muito importante para que a população entenda que é destinação, ou seja, você não está pagando nada a mais pela doação. “Segundo estudos de 2019, nós poderíamos ter destinado 8 bilhões de reais às causas sociais por meio deste instrumento. Mas foram apenas 200 milhões de reais que foram efetivamente destinado”, explica o contador.


O especialista explica que as pessoas físicas que fazem a declaração do imposto de renda no modelo completo podem destinar até 6% do imposto devido. “As pessoas físicas têm o direito de destinar até 6% do IR devido para projetos aprovados pelo Governo em causas específicas, relacionadas a criança, adolescente, idoso, esporte, cultura, educação, audiovisual, e outras duas categorias nas áreas da saúde”.


Acesse o conteúdo completo do curso para saber mais. Clique aqui.